Meus valores determinam quem sou!

Frase-inteligente-do-Albert-Ainstein.

(Leia até o fim! Faça uma auto avaliação de seus valores!)

Muita gente não consegue permanecer em determinados empregos, por causa de conflitos que surgem a partir da diferença de valores entre as pessoas. O que é muito valioso para alguém pode ser totalmente relativizado pelo outro. Podemos tomar como exemplo o tempo. Para alguns ele é precioso demais e não deve ser desperdiçado. Para outros ele não possui o mesmo nível de importância.

Em nossa cultura brasileira o tempo não possui o mesmo valor que tem para um europeu, ou um norte-americano, por exemplo. Quando nós marcamos um encontro, ou uma reunião para um determinado horário, já sabemos de antemão que vários dos envolvidos irão chegar atrasado. Portanto, vamos ter que ficar esperando. Ao contrário de nós, um europeu ou um norte-americano jamais se atrasaria. Inclusive, estes últimos valoram o tempo em dinheiro; é deles que vem a famosa expressão time is money (tempo é dinheiro).

A verdade, a honestidade, a sinceridade e a justiça são valores inegociáveis para boa parte das pessoas. Se o indivíduo trabalha em uma empresa onde mentir é uma prática comum e plenamente aceitável, porém seus valores não compactuam com esta prática, ele não conseguirá permanecer por muito tempo no emprego. Para outros a família é seu maior bem. Se a empresa passa a exigir que ele trabalhe horas a mais, inclusive fins de semana, a fim de atingir os resultados estabelecidos, provavelmente ele irá abrir mão deste emprego.

Para outros indivíduos a amizade possui um valor muito elevado. Caso ele conviva num ambiente onde os conflitos nas relações interpessoais são constantes, terá dificuldade em trabalhar ali, sua produtividade tende a ficar abaixo de seu potencial, irá se desanimar e sentirá sua motivação cair a níveis muito baixos.

Há pessoas cujo fator motivacional é o reconhecimento. Ser valorizada pela pessoa que é e ter seu trabalho respeitado e elogiado pelos níveis hierárquicos acima, bem como por seus pares, vale mais do que dinheiro. Para estes indivíduos, receber prêmios em dinheiro, aumentos salariais e até mesmo promoções verticais não é tão valioso quanto ser aplaudido por suas realizações.

Existem, também, aqueles que valorizam muito o aprendizado. Para estes o maior bem que podem conquistar é o quanto podem aprender nos ambientes em que transitam. São pessoas que se sentem realizadas com seu próprio desenvolvimento pessoal e profissional. Para indivíduos que possuem esta perspectiva, o saber e o ser valem mais do que o ter.

Há, ainda, as pessoas que têm em sua espiritualidade seu valor mais significativo. Em alguns atendimentos de coaching, que tenho tido a oportunidade de realizar, vários fazem questão de dizer que sua fé em Deus é seu maior valor. São pessoas que mostram serem crentes praticantes e não apenas nominais. Para estes indivíduos, que buscam um alto nível de espiritualidade, seus valores se apresentam de forma hierarquizada. É comum ouvi-los dizer que: em primeiro lugar está Deus, em segundo a família e em terceiro o trabalho.

A família é um dos grupos sociais que se destaca pela transmissão de valores aos seus membros. Imagine um indivíduo que desde criança é orientado por seu pai da seguinte maneira: “Meu filho, honre sempre seus compromissos; nunca fique devendo nada para ninguém. Seja uma pessoa honesta e trabalhadora. Honre sempre seu nome. Melhor do que ter muito dinheiro é ser uma pessoa respeitada. ” Agora, imagine outro indivíduo, membro de outra família; seu pai o orienta desde criança da seguinte forma: “Meu filho, o mundo é dos espertos. Quem quiser ser muito certinho os outros vão passar por ‘cima dele’. Não seja bobo; se puder tirar vantagem não perca a oportunidade. ”

Perceba, esta forma de ver o mundo irá influenciar os valores pessoais destes indivíduos. Certamente eles irão se comportar conforme foram orientados por seus pais. Sem dúvida, entenderão que esta é a verdade que rege o mundo, esta é a realidade, é assim que todos pensam e é desta maneira que eles devem pensar e agir. Estes indivíduos carregarão estes valores na bagagem de suas vidas onde quer que vão – inclusive no ambiente de trabalho.

Paulo Roberto de Araujo – Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas.

Que tal fazer uma auto avaliação de seus valores pessoais? Tem curiosidade em saber o que você, consciente ou inconscientemente, valoriza mais? Então responda o teste abaixo. Você pode imprimir se quiser, basta clicar na imagem da impressora no final do texto.

AVALIE SEUS VALORES

Marque com um X a alternativa que melhor descreve sua maneira de pensar. Responda com toda a honestidade. Siga as instruções no final do teste.

  1. A mentira pode ser útil.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Realizar meus sonhos de consumo é uma das coisas mais importantes para mim.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Tenho dificuldade de relacionar-me com pessoas que não possuem ambição.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Acredito que enriquecer é uma questão de sorte.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Penso que o melhor investimento é aquele que atende minha expectativa imediata.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Para mim, chegar atrasado a um compromisso não é necessariamente mal, isto porque a maioria das pessoas se atrasa.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Quem quiser ser muito certinho na vida os outros “passam por cima” dele.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Não acredito em amizades sem nenhum interesse.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

  1. Acredito no amor, mas não que ele dure para sempre.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

10.Creio que Deus existe para me fazer feliz.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

11.Tenho prazer em dar carona para quem precise. Minha convicção é de que o que tenho, também, é para dividir com os

outros.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

 

12.Sou capaz de abrir mão de um bom emprego se me pedirem para fazer algo que seja errado.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

13.Para mim Deus está em primeiro lugar.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

14.Sinto-me satisfeito com o que conquistei até aqui.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

15.Para preservar boas amizades estou disposto a ceder.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

16.Acredito que o trabalho digno me enriquece de muitas maneiras.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

17.Melhor do que ter dinheiro é ter crédito.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

18.Creio que uma autoestima elevada está mais relacionada com aspectos emocionais e espirituais, do que com a aquisição de bens de consumo ou com a estética.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

19.Para mim honestidade, sinceridade, lealdade e fidelidade são tão importantes que seria capaz de fazer qualquer coisa para preservá-las.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

20.Não discuto por qualquer coisa. Tenho minhas próprias convicções e não sinto necessidade de provar nada a ninguém.

___ sempre

___ quase sempre

___ às vezes

___ raramente

___ jamais

 

Das questões 1 a 10 atribua a seguinte pontuação: Sempre 0 Quase sempre 1 Às vezes 2 Raramente 3 Jamais 4

Das questões 11 a 20 atribua a seguinte pontuação: Sempre 4 Quase sempre 3 Às vezes 2 Raramente 1 Jamais 0

Faça uma somatória dos pontos assinalados.

Resultado

  • se sua somatória chegou a 65 pontos ou mais, pode-se considerar que você possui valores humanos muito elevados. Para você amizade, espiritualidade, relacionamentos saudáveis, família, altruísmo, são mais importantes do que dinheiro, bens materiais e status. Isto demonstra que sua percepção de bem-estar está associada mais aos bens intangíveis do que tangíveis. Seu desafio é manter estes valores.
  • se sua somatória ficou entre 55 e 64 pontos, pode-se afirmar que você possui valores humanos elevados. Suas prioridades são menos materiais e mais sentimentais. Esta é uma boa média para uma vida equilibrada. Seu desafio é manter o que está bom e buscar uma melhora contínua.
  • se sua somatória ficou entre 39 e 54 pontos, pode-se afirmar que você possui valores humanos baixos. Suas prioridades tendem a ser mais materiais do que sentimentais. Provavelmente seus esforços estejam mais direcionados aos aspectos tangíveis do que aos intangíveis. Seu desafio é rever os conceitos que tendem mais ao material e o afastam das pessoas.
  • se sua somatória ficou abaixo de 39 pontos, pode-se afirmar que você possui valores materiais bastante elevados. Suas prioridades são materiais e as pessoas são uma forma de você conseguir o que deseja. Provavelmente você acredita que “ter” é mais importante do que “ser”. Seu desafio é rever seus conceitos e investir fortemente numa mudança de valores.

_Criado por Paulo Roberto de Araujo para o livro A Bíblia e a Administração de Conflitos

 

Compartilhar:

One Comment on “Meus valores determinam quem sou!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *